Vídeo mostra professora suspeita de maus-tratos puxando bebês pelo braço em CMEI do Paraná

  • 29/05/2024
(Foto: Reprodução)
Caso foi registrado em Dois Vizinhos. Professora Rosangela Roegelin foi afastada das funções, e defesa diz afirma que 'não há nada que desabone a índole e a conduta da professora'. Polícia Civil investiga. Vídeo mostra professora suspeita de maus-tratos puxando crianças pelo braço em CMEI do PR Imagens que constam no inquérito da Polícia Civil mostram a professora Rosangela Roegelin, suspeita de maus-tratos contra bebês de até dois anos, dentro de sala de aula no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), de Dois Vizinhos, no sudoeste do Paraná, puxando as crianças pelo braço. Assista ao vídeo acima. Ela, que foi afastada das funções, é investigada por lesões corporais e submissão dos bebês à situação de constrangimento, segundo a polícia. Os bebês têm entre um e dois anos. ✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp ✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram A defesa da professora informou que a acusação de agressão é infundada e que acompanha com preocupação a repercussão de mentiras. A nota diz ainda que ela e a família estão sofrendo com "julgamentos antecipados" e que não há nada que "desabone a índole e a conduta da professora". O que mostram as imagens Vídeo mostra professora suspeita de maus-tratos puxando crianças pelo braço em CMEI do Paraná Reprodução RPC O vídeo registra a movimentação de 9 e 10 de maio. É possível ver a professora puxando as crianças pelo braço, uma a uma, e as colocando em fileira, sentadas, em uma parede. Em determinado momento do vídeo, a professora retira o piso emborrachado enquanto as crianças ainda estão em cima dele, e algumas caem. Outras são empurradas usando parte do piso de borracha na sala que estava sendo preparada para a soneca. Leia também: Assembleia Legislativa: CCJ aprova legalidade de projeto que quer terceirizar gestão administrativa de 200 colégios do Paraná Gestão privada nos colégios públicos do Paraná: Entenda o projeto de lei e veja as 200 instituições que podem ter o modelo Mega-Sena: Seis apostas feitas no PR acertam a quina; prêmio acumula para R$ 80 milhões Em outro trecho, quando as caminhas para a soneca estão no chão, as crianças que saem da cama são puxadas pelo braço pela profissional. Parte do piso de borracha ainda está na sala e para retirar uma última parte do piso, ela levanta a peça e uma das crianças cai com o rosto no chão. O bebê chora, coloca a mão no rosto e, em seguida, se levanta sem ajuda. Somente depois professora a pega a criança no colo. Sete denúncias Até esta quarta-feira (29), sete denúncias foram formalizadas junto à Polícia Civil da cidade, segundo a delegada Natália Fagundes. “Até o presente momento foram ouvidos sete pais de crianças que estudam no CMEI e também a diretora do CMEI. Agora, na próxima semana, devemos ouvir as auxiliares da professora investigada e também os pais de uma das vítimas. Por fim, vai ser realizado o interrogatória da investigada", informou a delegada. Como começaram as suspeitas A suspeita de que a professora estivesse agredindo as crianças começou quando um bebê chegou em casa com machucados e, ao ser questionada pelos pais, a profissional investigada disse que o bebê tinha caído no parquinho e se machucado. O pai da criança, no entanto, achou que o ferimento parecia ter sido feito com unha (veja foto abaixo). Ele procurou a direção da escola e, ao acessaram as câmeras do parquinho, não encontraram nenhuma queda. Mas ao verificar imagens de dentro da sala, perceberam atitudes suspeitas dela. Pai percebeu lesão em bebê e ao ver câmera de segurança, descobriu agressões da professora Reprodução RPC Como outros bebês também estavam chegando em casa com lesões, a direção acessou mais imagens onde foram descobertas agressões. Os vídeos agora constam no inquérito que apura o caso. Conforme a delegada Natália, na última sexta-feira (24), os pais foram à delegacia para identificar os filhos nas imagens. "O primeiro registro dessa situação foi realizado no dia 14 de maio de 2024 e estão sendo adotadas as providências, como encaminhamento do caso do Núcleo Regional de Educação, o encaminhamento das crianças para a realização de laudos de lesões corporais", informou a delegada. O que diz a escola A Prefeitura de Dois Vizinhos informou que assim que soube das agressões, afastou a professora imediatamente das funções. Por meio de nota, afirmou ainda que foi aberto um processo administrativo para apurar o caso, que pode resultar na exoneração da professora, que é concursada, se a suspeita for comprovada. VÍDEOS: Mais assistidos g1 PR Leia mais notícias da região em g1 Oeste e Sudoeste.

FONTE: https://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/2024/05/29/video-mostra-professora-suspeita-de-maus-tratos-puxando-criancas-pelo-braco-em-cmei-do-parana.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes